Selecione uma opção
Europa
Fora da Europa
NOTÍCIAS
Com Rui Rio, ministro da Defesa não poderia continuar
04 de Outubro de 2018
Com Rui Rio, ministro da Defesa não poderia continuar

“Se fosse eu primeiro-ministro, numas condições destas, e a ser verdade o que foi noticiado ontem e hoje, naturalmente o ministro [da Defesa] não tinha condições” para continuar, defendeu esta quinta-feira, em entrevista à RTP1, o líder do PSD.

À luz dos desenvolvimentos sobre o caso de Tancos, Rui Rio apontou que, em primeiro lugar, “há nove meses em que o ministro, sabendo, encobriu tudo isto”, referindo-se à autoria do roubo e à recuperação do material militar. Um segundo ponto, acrescentou o Presidente do PSD, “é que não terá dito ao primeiro-ministro”. “Se eu fosse primeiro-ministro e um ministro me ocultasse uma coisa destas, não podia continuar”, concluiu, assegurando que cabe ao atual chefe do governo em funções tomar uma decisão.

“Eu não peço a demissão de secretários de Estado e ministros”, isso “compete ao primeiro-ministro”, o que, de resto, é uma marca da liderança de Rui Rio. “Não tenho um estilo de oposição”, em que “sai uma notícia no telejornal” e “lanço o foguete para o ar”, assegurou. O Presidente do PSD fala agora num momento em que se conhece a gravidade do caso de Tancos: “se estou a tomar esta posição mais firme, é em função do que agora se soube”.

Reveja aqui a entrevista do Presidente à RTP1.